Carregando...

Blog Neurotech

Compartilhamos nossas melhores idéias aqui.
Home / Blog / INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NOS NEGÓCIOS 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NOS NEGÓCIOS

COMO A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL ESTÁ TRANSFORMANDO NEGÓCIOS NO BRASIL

inteligência artificial
Já imaginou que hoje, em algum momento, você foi impactado por uma revolução silenciosa que está transformando o mundo? Calma, você só está vivendo na Era Digital e fazendo parte de uma mudança que altera o cotidiano de organizações, empresas e sociedade. E o motor que torna essa transformação possível é a Inteligência Artificial.

Graças a ela você consegue fazer uma pesquisa na internet usando a voz, ter uma experiência de compra diferenciada, receber recomendações de filmes que batem com o que lhe interessa ou definir o seu trajeto de carro até o trabalho por uma rota com menos trânsito.

E nos negócios a Inteligência Artificial está se tornando uma ferramenta imprescindível para viabilizar previsões com base em uma imensa quantidade de informações estruturadas e não estruturadas, proporcionando um amplo entendimento do comportamento do consumidor e tornando muito mais rápida e precisa a tomada de decisões em todos os processos da organização: conquista de novos clientes, previsão de demanda, precificação, gestão do crédito, ofertas de novos produtos e serviços, atendimento mais personalizado, entre outros. Tenha certeza, se a sua organização ainda não utiliza IA nos negócios está perdendo competitividade e deixando de lucrar mais.

Na era digital, esta tecnologia se tornou vital para garantir que a organização permaneça competitiva no mercado. Ainda em dúvida sobre o quanto estamos falando de casos reais? Então conheça alguns exemplos do poder desta transformação.

O assistente é virtual, mas a experiência, real.

Com a Inteligência Artificial, a experiência do cliente é elevada a outro patamar. Prova disso, é um grande banco brasileiro que resolveu inovar e trouxe a IA para o atendimento dos correntistas. Para tornar isso possível, primeiro os funcionários usaram a solução para resolver questões relacionadas a processos internos. Com o bom desempenho obtido, chegou a hora de disponibilizar o assistente para o público externo.

A iniciativa agradou e hoje é sucesso entre clientes que fazem em média 300 mil perguntas por mês ao assistente virtual. A taxa de precisão é excelente, mais de 90%. O assistente melhora a assertividade das suas respostas a cada contato, isso porque utiliza a tecnologia de machine learning, que permite que o sistema aprenda com as suas interações.

O reconhecimento de voz também é um recurso já disponível em um assistente para proprietários de um veículo de uma grande montadora, fabricado no Brasil, usado para interagir com o automóvel e até tirar dúvidas sobre o seu funcionamento. Com o Manual Cognitivo, ou seja, por meio de um aplicativo no celular, o dono do veículo tira as dúvidas - por texto, voz ou imagem - sobre o funcionamento do carro e aprende até mesmo como instalar a cadeirinha do bebê.

A revolução chega à medicina

Hoje, a IA atual também ajuda a salvar vidas. Há algoritmos que podem realizar a triagem de pacientes antes das consultas ou que contribuem com diagnósticos e sugestões de tratamentos. Eles são capazes de comparar exames e sintomas tendo como referência uma enorme base de dados.

Há sistemas que cruzam conteúdos da literatura científica com dados genéticos ou clínicos do paciente e sugere opções de tratamento indicados para cada caso. Além disso, pode mostrar os efeitos colaterais e o grau de risco de cada alternativa. Desta forma, o corpo clínico consegue avaliar as possibilidades antes de submeter o paciente a combinações de medicamentos que nem sempre podem ser os adequados.

Em processamento de imagem, o uso de IA pode superar a capacidade humana. Uma solução desenvolvida por pesquisadores nos Estados Unidos, Alemanha e China utiliza um grande banco de imagens de exames radiológicos e tomografias ópticas. O algoritmo, que passou por uma aprendizagem, consegue identificar características relevantes nas imagens e chegar rapidamente a um diagnóstico mais preciso e definitivo. A capacidade de compreensão de dados e interpretação da solução é superior a humana.

Ainda com processamento de imagem, ao aplicar esta tecnologia ela pode gerar na criação de modelos 3D de partes do corpo humano. Com ela, o cirurgião consegue definir melhor o método da intervenção e até fazer uma simulação dos procedimentos para ter mais precisão.

Dados gerados pela maquininha de cartão

Amplamente usadas no Brasil, as maquininhas de crédito ou débito também são fontes de informação para os parceiros de uma grande empresa do setor de pagamentos no país. Isso porque ela agrega as informações e fornece dados sobre a movimentação financeira, insights estratégicos, alternativas para fidelizar os clientes e perfil do público.

Com a ferramenta é possível também ter acesso a comparações com negócios similares. Com estas informações à mão, como modelos de inovação, o parceiro pode ter ideias para criar estratégias para atrair consumidores e aumentar as vendas. Este é um exemplo do uso inteligente de dados para facilitar a vida dos clientes.

Todas estas experiências demonstram como a IA pode transformar os negócios e gerar mais valor para atividades distintas. Não fique de fora desta transformação, afinal, você já faz parte dela.

Aproveite e leia o ebook da Neurotech sobre Inteligência Artificial Aplicada aos Negócios.

COMPARTILHE