Carregando...

Blog Neurotech

Compartilhamos nossas melhores idéias aqui.
Home / Blog / A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL ESTÁ TRANSFORMANDO A SAÚDE 

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL ESTÁ TRANSFORMANDO A SAÚDE

As contribuições da Inteligência Artificial para a área de saúde não são mais história de ficção científica destinada a um futuro próximo. No presente, já é possível encontrar casos do uso da tecnologia para melhorar o diagnóstico médico, auxiliar em tratamentos e tornar os hospitais mais eficientes, entre outros. Isso porque a IA pode processar uma infinidade de dados e utilizar algoritmos para gerar informações mais precisas e até novos pontos de vista para os profissionais do setor.

Hoje, há empresas que utilizam inteligência cognitiva e supercomputadores para produzir laudos médicos em minutos e com cerca de 70% de assertividade. Se você acha essa taxa baixa, lembre-se que as melhores equipes médicas podem levar dias para fazer a mesma análise e chegam ao máximo de 60% de assertividade. Em doenças como câncer, esta eficiência é vital para o sucesso no tratamento, pois ela depende do diagnóstico precoce para ter maiores chances de cura.

E não pense que exemplos como este são encontrados apenas em outros países. Aqui, bem perto de você, no Brasil, há empresas que utilizam Inteligência Artificial em medicina diagnóstica com até 94% de precisão. Em uma visita a polos de tecnologia como o Porto Digital, em Pernambuco, você encontra empresas dedicadas a criar soluções com IA para resolver problemas brasileiros em saúde.

Uma delas tem como foco desenvolver exames para doenças tropicais negligenciadas, como leishmaniose, esquistossomose e tuberculose. Além de prover o setor com diagnósticos mais assertivos, estes exames são mais baratos que os tradicionais, ampliando o número de brasileiros beneficiados pela solução.

Com IA a distância não existe

Como você bem sabe, a tecnologia derruba fronteiras e pode alcançar e melhorar a vida de qualquer pessoa aonde quer que ela esteja. A distância deixa de ser um problema até mesmo para soluções voltadas para a saúde. Considerando as proporções continentais do Brasil, esta é uma inovação necessária. Assim, o paciente pode estar na região Norte do país e ter o diagnóstico feito por uma equipe médica do Sudeste, por exemplo.

Com a Inteligência Artificial hospitais carentes de infraestrutura necessária para a realização de laudos médicos em determinadas áreas conseguem mudar o cenário. Em radiologia podem transmitir eletronicamente raio-X, tomografias e ressonâncias magnéticas para um sistema em nuvem que vai identificar em minutos quais doenças e especialidades médicas estão relacionadas. Por fim, um médico produzirá o laudo rapidamente e encaminhará para o profissional que atende o paciente no outro lado do país.

Ainda considerando a análise de imagens, existem soluções que identificam, em segundos, fissuras em ossos ou outras patologias características. Se feita visualmente por médicos e radiologistas, o exame é demorado e pode ter uma precisão de 79%. Enquanto, com a Inteligência Artificial a precisão é de 94%.

Hospitais mais eficientes podem ter atendimento mais humanizado

Um dos mitos da Inteligência Artificial é que ela automatiza processos e elimina o contato humano. Em saúde, essa afirmação cai por terra. Um profissional de saúde mais produtivo consegue dedicar mais tempo para o atendimento dos pacientes. Isso porque o tempo gasto em preencher relatórios ou fazer avaliações é menor. Por outro lado, um hospital com gestão eficiente oferece melhor qualidade de serviços prestados aos seus clientes.

É assim que uma solução deixa de acontecer apenas na nuvem e passa a impactar na rotina de uma instituição de saúde. Este reflexo é sentido por quem se beneficia das soluções de IA.

Para você ter ideia de como isso acontece, vejamos como o uso de big data e das redes neurais, eles podem ajudar os hospitais a ter controle absoluto sobre o consumo de suprimentos, leitos, equipamentos e pessoal. A IA permite a análise do histórico de saídas de milhares e milhares de itens em anos, em minutos, ajudando a previsão antecipada tanto de pessoal quanto de recursos. Esta mesma avaliação é impossível de ser feita por humanos no mesmo tempo.

Enquanto as análises são feitas pela solução de IA, a equipe pode se dedicar a atendimentos ou outros processos que necessitam de sua participação presencial. Isso é produtividade máxima de um time e também economia de recursos por parte do hospital ou clínica.

E, como no mercado financeiro, a Inteligência Artificial também é utilizada para detecção de fraudes em saúde. As operadoras podem analisar a compatibilidade entre procedimentos e seus custos com materiais, equipamentos e profissionais antes de reembolsar clínicas e hospitais pelos tratamentos realizados com seus segurados.

Este tipo de trabalho normalmente é feito por equipes de analistas que avaliam dezenas de milhares de processos por mês. Em meio a um volume enorme de avaliações, alguns pagamentos são liberados sem sequer terem sidos utilizados. Um exemplo são as próteses que, por conta do custo elevado, são alvos prioritários para fraudadores. Se o processo for feito por IA, certamente, haverá maior eficiência e contenção deste tipo de golpe.

Não faltam exemplos que comprovam que quanto mais eficiente é um hospital, melhor é a qualidade no atendimento e serviços disponibilizados para o paciente. É a Inteligência Artificial inovando em soluções para a saúde no país.

Conheça as soluções da Neurotech aplicadas ao setor de saúde.