A “corrida do ouro” da inteligência artificial

A “corrida do ouro” da inteligência artificial

Fico feliz por, depois de 18 anos atuando com inteligência artificial, ver o mercado todo falando dessa tecnologia. O que antes era uma ideia futurista agora é realidade e sua importância só cresce. Vai além disso, na verdade. É uma verdadeira corrida do ouro. O que precisamos ficar atentos é que, junto com o hype, vem o desafio de saber usar IA para entregar valor para os clientes, tornando a vida das pessoas melhor e mais fácil.

As primeiras corridas do ouro do mundo começaram por volta do século 17: milhares de pessoas seguiram para terras desconhecidas em busca da riqueza que havia debaixo do chão. Agora, no universo empresarial, o ouro é a inteligência artificial. Grandes players do mercado como Google, Amazon, Microsoft e Facebook estão investindo nessa área como nunca antes. Basta olhar os grandes eventos dessas empresas: em média, 90% das novas funcionalidades têm relação com IA.

Crescimento da Inteligência Artificial em diversas áreas

Os números de um estudo recente da Universidade de Stanford mostram esse aquecimento no uso da IA em termos acadêmicos, em investimentos em startups e em demanda por profissionais qualificados. Vamos começar pela academia. Veja o número crescente de publicações a cada 5 anos. Em 2015, tivemos mais de 3X o número de publicações quando comparamos com 2005.

Quando o assunto é investimento em negócios inovadores, o estudo mostra que, desde 2000, houve um aumento de 6X nos níveis anuais de aplicação de capital de risco (VC) em startups de IA baseadas nos EUA. Veja o gráfico abaixo:

Agora um gráfico que mostra o percentual de empregos que exigem habilidades em IA:  cresceu 4,5X desde 2013.

Não há dúvida que, quando houver uma nova versão desses gráficos, todos mostrem uma continuidade no avanço da IA nessas e em diversas outras áreas. Os computadores estão ficando mais inteligentes a cada dia e nós já estamos sendo impactados. Inteligência Artificial é mais do que uma tecnologia que definirá nosso futuro — está impactando nosso presente (veja aqui o texto que falei sobre isso) em alguns aspectos extraordinários.

Como a sua empresa vai usar a Inteligência Artificial para gerar valor para as pessoas?

É certo que o aumento no volume de dados no mundo contribui para termos máquinas cada vez mais inteligentes, mas será que sua empresa sabe trabalhar com os dados internos para gerar previsões e predições? Não estou falando de fazer um conjunto de relatórios automáticos, estou falando de análises sólidas e preditivas para tomada de decisões estratégicas, fundamentadas em tudo o que a IA pode lhe oferecer.

Estou levantando essas questões porque empreendedores e executivos estão trazendo essas dúvidas até nós. Por isso que estou me dedicando a trazer mais informações para ajudar a mostrar quais são as oportunidades de aplicar IA na prática na sua empresa.

Por: Rodrigo Cunha - Head do NeuroLake na Neurotech